Seja Bem-Vindo ao meu blog!!!!!!

Queridos leitores
Sejam Bem-Vindo
Espero que vcs gostem da página
deixem sua mensagens,opiniões,comentários,etc...
Estou aberta a novas idéias e sugestões

minha familia

minha familia
agradeço ao nosso querido pai do céu por essa linda e maravilhosa familia onde eu me orgulho muito.

curso tec em enfermagem

curso tec em enfermagem
amigos queridos do coraçao nunca serao esquecidos.

2 de ago de 2009

uma gota de agua


Uma Gota de Água

Você já parou, alguma vez, para observar uma gota d`água?

Sim, uma pequena gota d`água se equilibrando na ponta de um frágil raminho...

Com graciosidade a gotícula desafia a lei da gravidade, se balançando nas bordas das folhas ou nas pétalas de uma flor.

São gotas minúsculas, que enfeitam a natureza nas manhãs orvalhadas ou permanecem como pequenos diamantes líquidos, depois que a chuva se vai.

É por isso que um bom observador dirá que a vida seria diferente se não existissem gotas de água para orvalhar a relva e amenizar a secura do solo.

Madre Tereza de Calcutá foi uma dessas almas sensíveis.

Um dia, um jornalista que a entrevistava disse-lhe que, embora admirasse o seu trabalho junto aos pobres e enfermos, considerava que o que ela fazia, diante da imensa necessidade, era como uma gota d`água no oceano.

E aquela pequena sábia-mulher, lhe respondeu: “sim, meu filho, mas sem essa gota d`água o oceano seria menor.”

Sem dúvida uma resposta simples e extremamente profunda.

Pois sem os pequenos gestos que significam muito, a vida não seria tão bela...

Um aperto de mão, em meio à correria do dia-a-dia...

Um minuto de atenção a alguém que precisa de ouvidos atentos, para que não caia nas malhas do desespero...

Uma palavra de esperança a alguém que está à beira do abismo.

Um sorriso gentil a quem perdeu o sentido da vida.

Uma pequena gentileza diante de quem está preso nas armadilhas da ira.

O silêncio, frente à ignorância disfarçada de ciência...

A tolerância com quem perdeu o equilíbrio.

Um olhar de ternura para quem pena na amargura.

Pode-se dizer que tudo isso são apenas gotas d`água que se perdem no imenso oceano, mas são essas pequenas gotas que fazem a diferença para quem as recebe.

Sem as atitudes, aparentemente insignificantes, que dentro da nossa pequenez conseguimos realizar, a humanidade seria triste e a vida perderia o sentido.

Um abraço afetuoso, nos momentos em que a dor nos visita a alma...

Um olhar compassivo, quando nos extraviamos do caminho reto...

Um incentivo sincero de alguém que deseja nos ver feliz, quando pensamos que o fracasso seria inevitável...

Todas essas são atitudes que embelezam a vida.

E, se um dia alguém lhe disser que esses pequenos gestos são como gotas d`água no oceano, responda, como madre Tereza de Calcutá, que sem essa gota o oceano de amor seria menor.

E tenha certeza disso, pois as coisas grandiosas são compostas de minúsculas partículas.

.................

Sem a sua quota de honestidade, o oceano da nobreza seria menor.

Sem as gotas de sua sinceridade, o mar das virtudes seria menor.

Sem o seu contributo de caridade, o universo do amor fraternal seria consideravelmente menor.

E jamais acredite naqueles que desconhecem a importância de um pequeno tijolo na construção de um edifício.

Lembre-se da minúscula gota d`água, que delicadamente se equilibra na ponta do raminho, só para tornar a natureza mais bela e mais romântica, à espera de alguém que a possa contemplar.

E, por fim, jamais esqueça que são essas mesmas pequenas e frágeis gotas d`água que, com insistência e perseverança conseguem esculpir a mais sólida rocha.


"Sei que o meu trabalho é uma gota no oceano, mas sem ele, o oceano seria menor."

Madre Teresa de Calcutá

cultive esse abito


Você faz o mesmo trajeto, todos os dias, de sua casa para o trabalho, para o estudo, ou para qualquer outra atividade?

Se a resposta é sim, faça um teste: tente lembrar se, nesse trajeto, há árvores. E, mais, se essas árvores têm flores em alguma época do ano.

Novamente, se a resposta for sim, você lembra de que cor são essas flores?

Talvez alguns possam responder a essas perguntas dizendo que, no caminho para o trabalho ou estudo estão absortos em suas preocupações, e não é possível apreciar algo à sua volta.

Outros poderiam dizer que, preocupados com o trânsito, ao dirigir, não podem se distrair com a paisagem.

Na verdade, grande número de pessoas, imersas na rotina das grandes cidades fazem, da correria do dia a dia, uma forma de vida, e fecham-se em um mundo só seu.

Não há nada que nos impeça de contemplar plantas, praças e jardins da janela do carro ou do ônibus que usamos diariamente. Se estamos dirigindo, há sempre um sinal vermelho que nos permite olhar para os lados.

Muitas pessoas acreditam que o contato com a natureza só se dá em passeios de fim de semana ou nas viagens de ecoturismo. Dessa forma, acabam por não valorizar os momentos diários.

Na verdade, qualquer contato com plantas, seja em pequenos vasos, seja em amplos e belos jardins, seja em uma praça ou em um parque, pode nos proporcionar prazer.

O perfume das flores pode nos trazer lembranças muito caras.

Cultivar plantas é um hábito extremamente saudável. Há estudos que mostram que a jardinagem pode auxiliar no controle de algumas doenças, como pressão alta e doenças cardíacas, por exercer um efeito relaxante.

O contato com a terra, a expectativa do crescimento e do florescer da planta, a beleza e o perfume de suas flores como recompensa exercem sobre o organismo do ser humano um efeito muito positivo.

Observações em pacientes de terceira idade, que se dedicam ao cultivo de plantas, têm mostrado melhora no comportamento e na socialização dessas pessoas, além de levá-las a praticar exercícios.

Pacientes com necessidades especiais mostram-se mais calmos e cooperativos, quando inseridos em uma atividade de plantio ou de colheita.

Infelizmente há quem diga que não quer cultivar plantas para não ter responsabilidades, ou porque não têm espaço em suas moradias.

Espaço, na verdade, não é problema. É claro que muitos desejaríamos poder morar em residências com amplos jardins para cultivar flores, gramados e árvores.

Mas, a vida moderna muitas vezes nos impõe moradia em apartamentos, não raras vezes sem espaço externo. Nem mesmo essa condição nos impede de ter vasos, por menores que sejam, com plantas ornamentais.

Para aqueles que quiserem, os orientais desenvolveram a técnica do bonsai, que significa literalmente árvore em bandeja, para transportar para dentro de suas casas pequenas árvores em miniatura. Uma verdadeira arte.

* * *

Se você não lembra da natureza que se mostra em seu trajeto diário, faça um teste. A partir de hoje, procure olhar para os lados. Com certeza você se surpreenderá.

Dedique-se a prestar atenção às emocionantes explosões de flores nos jardins, prados e bosques, como tapetes vivos e guirlandas de variadas cores para embelezar nosso ambiente planetário.

Integre-se às belezas do seu mundo e valorize-o. Afinal você é parte dele!

Redação do Momento Espírita com base no cap. 32 do livro Conduta espírita,
pelo Espírito André Luiz, psicografia de Waldo Vieira, ed. Feb e do
cap. I do livro Para uso diário, pelo Espírito Joanes, psicografia
de Raul Teixeira, ed. Fráter.
Em 24.07.2009.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...